Login

Sugestões

Faça o login e visualize as sugestões

Usuários on line

Nós temos 1653 webespectadores online

Revista

Gestão Universitária

Edições Anteriores 275 Dez maneiras fáceis de transformar pessoas em alunos "competentes"
Dez maneiras fáceis de transformar pessoas em alunos "competentes" PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Escrito por Nilton Facci   
Qua, 01 de Junho de 2011 00:00

1 – Comece já na primeira aula a dar respostas simples e fáceis a qualquer dúvida que o aluno tiver. Assim, no decorrer de todo o curso, ele acreditará que o professor, e toda a instituição, terão obrigação de responder-lhe tudo o que deseja, da forma que não exija qualquer raciocínio.

2 – Quando ele atrapalhar a aula com conversar paralelas, jogar materiais em outros alunos, sair a qualquer hora sob qualquer motivo, seja de que forma o fizer, ache graça. Isso o fará considerar-se interessante.


3 – Nas avaliações, nunca peça aquilo que não reflita EXATAMENTE o que foi praticado como exercício em sala de aula. De preferência, faça de conta que não perceba que está “consultando” outros alunos.

4 – Se a prova não estiver prevendo a permissão para consulta, NUNCA permita que alguém o interrompa, principalmente quando ele estiver utilizando “material” de auxílio.

5 – Deixe ele saber que existem várias diferenças pessoais entre os professores, quanto a comportamentos e opiniões. Assim ele não ficará com qualquer receio quando comentar sobre defeitos e problemas de um professor para outro. Inclusive fora da escola.

6 – Continue fornecendo todas as respostas que ele quiser. Nunca o deixe sem resposta sobre qualquer exercício. Nunca espere por qualquer questionamento, entregue as respostas para que o aluno não precise “perder tempo” procurando. Faça apostilas do tipo perguntas e respostas. Por que ele terá de passar pelas mesmas dificuldades pelas quais você passou?

7 – Satisfaça todas as suas reclamações quanto a qualquer situação apresentada por qualquer professor, inclusive o defendendo contra problemas que tiver, decorrente das normas da instituição. Negar pode acarretar frustrações prejudiciais e situações embaraçosas para quem foi procurado pelo aluno.

8 – Quando o aluno enfrentar problemas com outros colegas ou qualquer pessoa ligada à instituição, dê esta desculpa: “Nunca consegui incutir-lhe respeito no relacionamento com outras pessoas”.

9 – Prepare-se para uma vida cheia de “casos difíceis” para resolver, enfrentando alunos que, a cada momento, querem mais “auxílios”, e também com outros professores que pensem de forma contrária à sua.

10 – Finalmente, se algumas pessoas da sociedade lhe criticarem por agir assim, lembre a elas o velho ditado: “o mercado faz suas escolhas”. Portanto, não cabe ao professor, ou mesmo à instituição de ensino, querer substituir esse “mercado”.

 

 

Autor deste artigo: Nilton Facci - participante desde Seg, 24 de Janeiro de 2011.

Veja outros artigos deste autor:

Please register or login to add your comments to this article.

Copyright © 2013 REDEMEBOX - Todos os direitos reservados

eXTReMe Tracker