Login

Sugestões

Faça o login e visualize as sugestões

Usuários on line

Nós temos 1809 webespectadores online

Revista

Gestão Universitária

Veja os grupos de discussão

As opiniões que aqui são expressadas não representam necessariamente a posição da Rede Mebox.
Os comentários postados são de responsabilidade única e exclusiva de quem os postou.

Mural do Grupo
Wille Muriel
Prezada Gislene, o seu trabalho vale ouro e é isso mesmo o que as IES deveriam fazer.
Veja, alguém já recebeu algum conselheiro educacional em casa ou no trabalho para discutir a formação daquelas que são as pessoas mais importantes para as nossas vidas: nossos filhos?
Isso é comum demais em países onde o sistema universitário atuam com alta competitividade.
Sex, 25 de Fevereiro de 2011 07:25
 
Célia Aparecida dos Santos
Definitivamente, uma organização sem pensamentos sistêmicos pode até captar alunos, através de um bom marketing, entretanto, o processo de retenção certamente ficará comprometido. Aliado a isto, associa-se a falta de conhecimento do perfil dos nossos alunos - geração Y. Sem este embasamento realmente não chegaremos a lugar algum.
Sáb, 19 de Fevereiro de 2011 20:45
 
Abigail França Ribeiro
Prá mim, Wille, captação é sedução. E o jogo da sedução se inicia no primeiro olhar. Instituição de Ensino Superior sabe ensinar e não sabe fazer. É duro! Nossas IES precisam esquecer o próprio umbigo, e prestar atenção no que está acontecendo à sua volta. Ou vão morrer de inanição, sem demanda.
Sáb, 19 de Fevereiro de 2011 20:00
 
Wille Muriel
Pessoal, proponho uma reflexão sobre os processos que são comumente utilizados para a captação de alunos. Vamos fazer juntos? Penso que esta reflexão é importante para "passar a limpo" o processo e criar novas táticas para a captação.
Onde é que a captação se inicia?
Qui, 17 de Fevereiro de 2011 15:48
 
Wille Muriel
A questão da existência de um setor específico não exclui das coordenações a responsabilidade da liderança na gestão dos cursos e uma equipe, de marketing ou outra qualquer, não deve atuar sem a integração com os processos que envolvem a aprendizagem na IES, afinal, a finalidade é esta. A coordenação deve, necessariamente, compor esta equipe de captação.
Estou percebendo que o debate ocorre sob dois paradigmas diferentes: um mecanicista, que entende e discorre sobre uma organização mais hierarquizada e o outro, que entende e discorre sobre uma organização orgânica, onde as equipes de trabalho funcionam com grande interação.
Não dá para conceber qualquer processo de captação e retenção sem a participação da coordenação na equipe. Por outro lado, não dá mais para atribuir às coordenações a responsabilidade pela captação de alunos. Apenas porque o curso é bom? No Brasil, isso já não é suficiente para captar alunos.
Bruno Augusto Amador BarretoBruno Augusto Amador Barreto em Dom, 13 de Fevereiro de 2011 14:48

Exato Wille, sem uma visão orgânica e o envolvimento de todos os atores neste processo qualquer ação desenvolvida não vai ser tão eficaz. O problema é conseguirmos mudar a mentalidade mecanicista de muitas IES, onde pensam que delegar é perder poder.

Dom, 13 de Fevereiro de 2011 10:39
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 Próximo > Fim >>

Copyright © 2013 REDEMEBOX - Todos os direitos reservados

eXTReMe Tracker